Na manhã de sábado, antevéspera do Natal, algumas pessoas que saíam de suas casas para fazer as últimas compras se depararam com o movimento na Rua Waldomiro Daldigam, na Vila União, Uberaba. No canto da rua, jogado em uma valeta estava o corpo do garoto Leandro Rocha, 14 anos, conhecido como ?Bochecha?. Ele foi morto na rua durante a madrugada com um tiro na cabeça, e em seguida foi arrastado até a valeta.

Alguns meninos que acompanhavam de longe o trabalho da polícia e do Instituto Médico-Legal, disseram conhecer a vítima, inclusive já nadaram juntos nas cavas da região. Um garoto aparentando uns 12 anos de idade disse que fica assustado com a violência. ?Não dá para confiar em ninguém, a gente fica com medo de ser o próximo, né??, disse o garoto.

Um morador na região contou que Leandro era um garoto complicado, andava armado e já havia se envolvido em algumas confusões. ?Tenho um filho adolescente, sei que essa idade é difícil, às vezes eles ficam brabos, porque a gente cuida em demasia, mas é para o próprio bem deles?, comentou.

O tenente Emerson disse que a Delegacia de Homicídios já havia passado pelo local e conversado com algumas pessoas.

?As investigações já começaram e logo a polícia já vai saber o motivo da morte e quem foi o assassino de mais um adolescente?, declarou o tenente.