Curitiba e região metropolitana tiveram o maior índice de mortes violentas desde o início do ano registrado em finais de semana nos últimos dois dias. De acordo com relatórios do Instituto Médico Legal (IML), das 18h de sexta-feira (25) até as 6h de hoje (28) foram 42 vítimas que morreram de forma violenta. Desse total, 27 foram assassinadas; seis foram vítimas do trânsito; 7 ficaram na dependência de exames complementares; um suicídio e um registro de morte por queda também foram registrados.

Em fevereiro, 18h do dia 12 até as 6h do dia 15, o IML registrou 42 mortes violentas, porém com 24 assassinatos – três a menos do que o registro deste final de semana.

Últimos

Os dois últimos casos de assassinato ocorreram na região metropolitana, por volta das 4h30 de hoje (28). Em Piraquara, na rua União da Vitória, no Jardim Tropical, Luciano Barbosa Lima, 24 anos, estava sozinho em casa quando foi atingido por oito disparos de arma de fogo por duas pessoas que teriam invadido sua residência. A motivação ainda é desconhecida.

O assaltante Vital Alves de Oliveira, 42 anos, foi morto em um confronto com a Polícia Militar após assaltar com mais dois comparsas um posto de gasolina em São José dos Pinhais. Os bandidos invadiram o posto localizado na Av Rui Barbosa, deram voz de assalto e iniciaram o roubo nas lojas de conveniência do local. Enquanto isso, uma viatura passou pelo local e um frentista acionou os PM’s. No confronto, Oliveira foi atingido e morreu no local.