Um incêndio durante a madrugada de ontem na favela do Papelão, no Capão Raso, em Curitiba, destruiu oito barracos, deixando várias famílias desabrigadas. De acordo com os moradores, o fogo teve início em um dos barracos construídos sobre um córrego e se alastrou rapidamente, já que as casas são feitas de madeira. As chamas também atingiram uma mercearia.

O Corpo de Bombeiros chegou rápido, mas não conseguiu conter as chamas rapidamente, já que as ruelas da favela dificultaram as entradas dos caminhões pipa. O servente Durval de Lima, que teve a casa totalmente consumida pelas chamas, informou que estava dormindo com a mulher e os nove filhos no momento do incêndio. “Eu só ouvi uma mulher gritando fogo??. Acordei rapidamente e saí de casa com as crianças, só com a roupa do corpo. Não deu para pegar mais nada”, informou o servente. Ele disse que seus filhos têm idade entre 2 e 19 anos. “Perdemos tudo. Não sei o que será de nossas vidas. Felizmente salvamos as nossas vidas e ninguém morreu queimado”, comentou Durval.

O comerciante Silvio Ney Lima, também teve seu bar incendiado. “Eram aproximadamente 4h quando eu fechei o bar e ia me recolher. Vi o fogo em um dos barracos e comecei a gritar. Perdi tudo. Ainda bem que deu tempo de avisar os moradores. Todos iriam morrer”, ponderou o comerciante.

As causas do incêndio ainda não foram apuradas. Mas devido ao frio que fez durante a madrugada de ontem, há suspeita de que um dos moradores fez um aquecedor improvisado com álcool. (VB)