Dois golpistas foram presos por policiais do 7.º Distrito Policial (Vila Hauer), esta semana. Valdevino Gonçalves, 22 anos, foi autuado em flagrante por estelionato. Fernando de Souza, 45 anos, irá responder por uso de documento de falso. O delegado Hamilton Cordeiro da Paz, titular do 7.º DP, informou que os dois estavam aplicando golpes na cidade.

Prisão

Um comerciante denunciou à polícia que havia recebido como pagamento de refeições um cheque em nome de Carlos Alberto Correia, no valor de R$ 653,82, que estava sustado. Por volta das 10h de quarta-feira, uma equipe passou a investigar o caso, apurou o nome do golpista e o localizou. "Ele se apresentou no restaurante como sendo proprietário de uma empresa. No local encontramos holerites fraudados e cópias de identidades e CPF, de pessoas desconhecidas", argumentou o delegado. Hamilton disse que, diante das evidências, Valdevino confessou que comprou duas folhas de cheques em nome de Carlos Alberto e preencheu o valor. Na delegacia, ele não quis falar mais detalhes sobre o golpe.

Outra

Também na manhã de quarta-feira, Fernando estava caminhando pelas ruas da Vila Hauer, quando deparou com policiais do 7.º Distrito. De acordo com a polícia, ele já tem antecedentes criminais. Fernando portava uma identidade em nome de Luiz Antônio Xavier, com sua fotografia. "Ele confessou aos policiais que fez o documento para aplicar golpe na cidade", relatou o delegado.

Em seu depoimento, Fernando contou que tinha a identidade falsa há sete meses. Ele alegou que comprou a identidade e um CPF de um desconhecido na cidade de Jandaia do Sul. Na ocasião, ele trocou a foto verdadeira pela sua. De posse dos documentos, abriu conta no banco Itaú, em Quitandinha. "Ele admitiu ter usado oito folhas do talonário, fornecido pelo banco, para fazer compras com cheques pré-datados", ressaltou Hamilton. Fernando disse que já tinha abrido conta nos bancos Santander e Unibanco, mas só pegou o cartão bancário. Além disso, fez um cartão de um hipermercado.

A polícia solicita que eventuais vítimas dos golpistas devem entrar em contato com o distrito através do telefone 376-1055.