O número de furtos e roubos de veículos em Curitiba aumentou 24,91% no primeiro trimestre deste ano, comparado com o mesmo período de 2007. No restante do Estado, esse número teve queda de 7,64%. As informações fazem parte do diagnóstico divulgado ontem pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), referentes ao Geoprocessamento – Mapa do Crime, de janeiro a março.

Em todo o Paraná, os registros de crimes de calúnia, injúria e difamação (num total de 5.100 boletins) foram quase cinco vezes maior que no mesmo período de 2007, quando aconteceram 1.059 registros. Para a Sesp, o grande aumento é resultado da aplicação da Lei Maria da Penha, que garante proteção à mulher. Esta também foi a explicação dada para o aumento de crimes contra a pessoa registrados em todo o Paraná no primeiro trimestre de 2008.

Dentro das estatísticas sobre os crimes contra a pessoa, o registro de ameaças é o que mais aparece. Foram mais de 12,6 mil denúncias nos primeiros três meses deste ano, representando pouco mais da metade do total de crimes deste grupo. Em comparação com o primeiro trimestre do ano passado, o número de registros teve alta de 5,4%. Segundo o Geoprocessamento, mais de 37% do total das ameaças registradas no Paraná aconteceram em Curitiba e região metropolitana. Ponta Grossa e Londrina, somadas, registram 13%.

Os crimes de lesão corporal tiveram pequena queda, passando de 29,83% do total de crimes contra a pessoa nos três primeiros meses de 2007 para 23,95% neste ano. De acordo com o Geoprocessamento – Mapa do Crime, 41,77% dos crimes de lesão corporal registrados no Paraná aconteceram em Curitiba e região metropolitana, onde se concentra 30% da população do Estado, em média. A região de Ponta Grossa, que abriga 6,64% paranaenses, registrou 6,73% do total de crimes de lesão corporal.

A íntegra dos dados está disponível no site da Sesp (www.seguranca.pr.gov.br), por meio dos links ?Gestão da Segurança? e ?Estatísticas?, onde estão números, mapas e gráficos explicativos. Seguindo o compromisso assumido por Delazari no início do mês, os números do segundo trimestre de 2008 estão previstos para serem divulgados até 30 de julho.