Uma residência na Rua Nossa Senhora do Rocio, Jardim São Luiz, em Campo Largo – possivelmente utilizada para o consumo de entorpecentes por um grupo de pessoas – foi invadida por volta da meia-noite de quarta para quinta-feira. Giovane Moreira dos Santos, 21 anos, levou seis tiros e morreu na hora. Valdir Moreira dos Santos, 30, e um adolescente, de 17 anos, foram feridos e encaminhados ao Hospital Nossa Senhora do Rocio, naquele município, e em seguida transferidos para o Hospital do Trabalhador.

Segundo declarações de vizinhos e populares ao policial militar Sidionei, do 17.º Batalhão da PM, três homens chegaram em um Gol preto e entraram na casa atirando. Além de Giovane e dos dois feridos, havia outro jovem na casa, que conseguiu escapar. ?Tentamos localizá-lo, principalmente para que nos ajudasse a chegar aos autores do homicídio, mas não encontramos ninguém. Pode ser que ele também esteja ferido?, completou Sidionei.

O superintendente da delegacia de Campo Largo, Jahfar Sadek, informou que foram encontradas cápsulas de calibre ponto 40 e confirmou que a casa invadida fica numa região de forte consumo de drogas. O superintendente ainda disse que provavelmente a morte de Giovane foi causada por uma briga entre gangues.