Por muito pouco uma chacina não foi registrada em Curitiba, na madrugada de ontem. Cinco homens e uma mulher foram baleados, por volta das 4h20, em frente a um bar na Rua Padre Estanislau Trzebiatowski, no Alto Boqueirão. Todos foram encaminhados por ambulâncias do Siate ao Hospital do Trabalhador. Comenta-se que os disparos foram motivados por uma disputa por mulher.

Segundo informações da Polícia Militar, um Gol vermelho chegou até o estabelecimento e três ocupantes, armados com pistolas e revólver, desceram do veículo. Em seguida teve início a seqüência de tiros. Apesar da possibilidade de execução, os atiradores preferiram apenas ferir os freqüentadores do estabelecimento, já que a maioria foi atingida nas pernas, braços, mãos e pés. Apenas um rapaz foi baleado no órgão genital, o que levanta a hipótese de a situação ter sido motivada por envolvimento com mulher.

Policiais militares do Regimento da Polícia Montada (RPMont) deram atendimento à ocorrência e auxiliaram na remoção dos feridos. Foram encaminhados ao Hospital do Trabalhador: Emílio Bomeeike Schulte Neto, 29 (tiro na mão); André Pudelko, 20 (tiro na perna); Jorge Dudlko, 22 (tiros no órgão genital); Alexandre Moschidroski da Silva, 25 (tiro no braço); André Maurício de Oliveira da Silva, 20 (tiro no peito), e Ângela Maria Chtchy, 51 (tiro no pé).

Após a saraivada de balas, os atiradores retornaram ao veículo e fugiram, tomando rumo ignorado. Na manhã de ontem, investigadores da Delegacia de Homicídios se deslocaram ao hospital para obter mais informações com as vítimas sobre o ocorrido e assim dar início às diligências.