As fantasias criadas por Rodrigo José Luiz, 22 anos, principalmente para conquistar mulheres no site de relacionamentos Orkut, acabaram mal. Ele ludibriava as vítimas, dizendo-se policial militar, bombeiro, médico-legista ou tenente do exército, para furtar objetos. Rodrigo foi levado para o 9.º Distrito Policial (Santa Quitéria), reconhecido por algumas mulheres e autuado em flagrante por furto.

A prisão aconteceu por volta de 10h30 de ontem, quando policiais militares receberam uma denúncia de que ele estava perto do Hospital Evangélico. De acordo com o delegado Itiberê Toniolo, Rodrigo agia em uma lan-house, no centro.

“Ele tinha vários perfis no orkut e, em cada um, se apresentava com uma profissão diferente. Ora como policial militar, ora como bombeiro, sempre querendo conquistar as suas vítimas pela segurança que a profissão representa”, explicou o delegado.

Rodrigo era investigado há aproximadamente quatro meses, quando alguns boletins de ocorrência foram registrados no distrito, principalmente por mulheres. “Ele conhecia as vítimas e conquistava a confiança, em seguida, ia até a residência e praticava pequenos furtos”, contou o delegado.

Identidade

Rodrigo assumiu o erro e disse que vai pagar por ele. Disse também que sempre se interessou pela carreira policial, no entanto, fez vários concursos mas nunca conseguiu a aprovação.

“A intenção não era ‘roubar’. Era conquistar as mulheres e ter um relacionamento”, explicou. Ele confirmou três vítimas, no entanto, o delegado, além dos vários registros, acredita que mais pessoas foram lesados pelo farsante virtual.

“Acreditamos que assim que a foto dele for divulgada, mais vítimas vão comparecer até a delegacia, para denunciá-lo”, concluiu o delegado. No final da tarde,  vários perfis que ele usava já haviam sido deletados do site de relacionamentos. O 9.º DP fica na Avenida Arthur Bernardes, 375, Santa Quitéria e o telefone é 3242-1312.