Moradores do Jardim Araucária, região norte de Cascavel, estão amedrontados com a onda de violência praticada por um grupo de jovens. As ações criminosas da gangue começaram há cerca de dois meses e a ousadia do grupo não tem limites. Nos últimos 15 dias, o grupo expulsou três famílias de suas residências, arrombaram as casas e retiraram móveis para vender.
Neste final de semana, dois integrantes do grupo invadiram a residência do autônomo Clodoaldo Góes, 30, e retiraram um de seus filhos para fora e o espancaram no meio da rua. A gangue deu prazo até à meia-noite de segunda-feira para que eles deixassem o bairro. Na tarde de segunda a família – o casal e três filhos – resolveu deixar o local e saiu escoltada pela Polícia Militar.
Esta foi a terceira família expulsa pelos marginais. No final de semana o grupo teria invadido uma residência, agredido uma senhora e a obrigaram a entregar-lhes R$ 5 que seriam usados para a compra de cachaça. A família de Góes está hospedada na casa de um parente, mas pretende deixar a cidade o mais rápido possível.
No final da tarde de ontem, o casal esteve na 15ª SDP onde registrou um boletim de ocorrência. O delegado-chefe Valmir Soccio imediatamente determinou que uma equipe fosse ao local para fazer um levantamento da situação. “Vamos nos empenhar para impedir que o grupo faça novas vítimas”, afirmou o delegado. (Fonte: Jornal Hoje)