O garçom Daniel Cooper Watzke foi ferido com várias facadas, no início da madrugada de ontem, no Portão, a algumas quadras da casa onde ele morava, na Rua Professor Elevir Dionysio. Ele foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital do Trabalhador, onde passou por cirurgia de emergência, mas morreu durante a madrugada.

Segundo testemunhas, Daniel voltava do trabalho, quando foi vítima de assalto. Os bandidos o teriam agredido e esfaqueado. Depois, fugiram levando a mochila da vítima. O delegado Luiz Carlos de Oliveira, da Delegacia de Furtos e Roubos, disse que o crime será investigado pela Delegacia de Homicídios. ?Temos informações que o rapaz não foi vítima de latrocínio?, contou.

Sem informação

Na DH, até o final da tarde de ontem, a única informação sobre o caso era que a guia de necropsia havia sido liberada pela DFR. ?Vamos aguardar o processo e assim que chegar iniciar as investigações?, explicou o superintendente Dilso Morgetrot.