Estar dentro de um ônibus não protegeu Cleverson Alexandre, 16 anos, de ser baleado, na noite de ontem. Ele levou um tiro no peito, dado por um trio que subiu no mesmo coletivo, alguns pontos depois. O crime foi na Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), próximo ao cruzamento com a Rua Guabirotuba.

Era pouco depois das 19h, quando Cleverson embarcou na Avenida das Torres, no ônibus da linha Estudantes, em direção ao centro. O adolescente mal havia se acomodado num dos bancos no meio do microônibus, quando três ou quatro pontos adiante o motorista parou para recolher mais três passageiros, que davam sinal de parada.

Passagem

O trio entrou e um dos rapazes deu uma nota de R$ 10,00 para pagar as três passagens. O motorista já tinha dado o troco e dois já haviam passado a catraca quando o terceiro, ainda próximo à porta de entrada, sacou um revólver e atirou contra Cleverson. O trio fugiu em direção à Vila das Torres e a vítima foi levada, pelo Siate em estado grave ao Hospital Cajuru.

Policiais militares do 20.º Batalhão, que estiveram no local, acreditam que o trio já soubesse da rotina de Cleverson e propositalmente embarcaram no mesmo coletivo, para matar o adolescente.

No momento, além do motorista, havia cerca de oito passageiros. Mas na tentativa de se proteger dos tiros, ou talvez por medo, ninguém conseguiu descrever os bandidos aos policiais.