Um garoto de 13 anos confessou que é o autor da morte da namorada Jéssica Santa Cruz, 11 anos, que aconteceu na manhã do último domingo, em Foz do Iguaçu. Ele alegou que o disparo que acertou a cabeça da criança foi acidental. O menino foi apreendido por policiais da Delegacia do Adolescente da cidade.  

O delegado Fábio Renato Amaro disse que o menino contou que estava manuseando uma pistola 635, que seria de propriedade do irmão de Jéssica, quando a arma disparou e acertou a cabeça da menina, que estava deitada na cama, em sua casa, na Rua Monsenhor Guilherme, no Jardim São Paulo, em Foz do Iguaçu. ?Talvez tenha sido uma fatalidade, mas há algumas contradições. Foram encontrados outros projéteis deflagrados na casa?, disse o delegado.

Fábio informou que o crime aconteceu às 9h de domingo e o menino foi apreendido na tarde do mesmo dia. Ontem, ele foi encaminhado ao juiz da Vara da Infância e da Juventude, que irá decidir o destino dele. ?Agora vamos aguardar o laudo para saber o que aconteceu?, informou. Ele disse que o garoto morava com o irmão de Jéssica.