O adolescente que matou a namorada a pedradas no sábado deve ficar pelo menos 45 dias detido no Centro de Socioeducação de Curitiba, anexo à Delegacia do Adolescente. Depois, a Justiça deve definir qual será sua punição. Ainda ontem, ele seria ouvido pelo Ministério Público, responsável por determinar o crime.

Devido à brutalidade usada para matar Denise Silva Santos, 18 anos, a delegada Nilcéia Ferraro da Silva, titular da Delegacia do Adolescente, acredita que o cumprimento de medida socioeducativa no Educandário São Francisco, em Piraquara, deve durar pelo menos dois anos. A punição máxima é de três anos. O menino, de 15 anos, foi denunciado pela própria mãe após matar a namorada em um terreno baldio, no Abranches.