Investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) continuam atrás de informações que levem à autoria do assassinato do confeiteiro Edson Nascimento, 23 anos, ocorrido na noite da última quinta-feira. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, foram realizadas diversas diligências na região e uma casa suspeita foi vistoriada. ?Estavam quinze indivíduos na casa e todos foram verificados, mas nada que pudesse incriminá-los foi encontrado?, contou o policial.

Segundo ele, outras informações que estão sendo averiguadas podem trazer resultado nos próximos dias. ?Recebemos a informação de que quatro adolescentes foram vistos transitando rapidamente pela região do Passaúna em direção à Vila Augusta, no dia do crime, carregando uma espingarda de cano serrado?, explicou Recalcatti.

Crime

Edson Nascimento foi morto dentro da mercearia de seu pai, na Rua Jaraguá do Sul, Vila Augusta, Campo Comprido. O estabelecimento foi invadido por dois adolescentes, um deles armado com espingarda, que sem dizer nada atirou contra o jovem. Em seguida, roubaram R$ 700,00 e fugiram. A vítima foi socorrida até a Unidade de Saúde do Campo Comprido, onde não resistiu aos ferimentos.

Edson trabalhava como confeiteiro em um hotel de alto padrão, na Cidade Industrial de Curitiba. Todos os dias, logo após sair do trabalho, ele voltava para ajudar o pai na mercearia.