“Hoje você vai morrer”, disseram dois homens antes de atirar em Moisés Alves de Souza, 34 anos, na noite desta segunda-feira (14), na Rua Manoel Chimentão, no Umbará. Ele tinha acabado de deixar a família em casa e saiu com seu Uno para ir ao posto de combustíveis, quando foi abordado, a menos de uma quadra da residência. A polícia suspeita que a vítima era usuária de drogas.

A esposa de Moisés contou que o casal chegou em casa por volta das 19h, com as duas filhas, de 1 e 3 anos. O marido lhe disse que ia encher os pneus do carro e já voltaria. Porém, logo depois, o homem foi abordado pelos atiradores. Moisés foi baleado duas vezes, na cabeça, e morreu ao volante. A vítima não tinha passagem pela polícia.

Carro

Como o carro estava parado e desligado, no meio da rua, a polícia não sabe se Moisés parou para conversar com os assassinos ou se os bandidos o abordaram com o veículo em movimento. Vizinhos só souberam relatar ter ouvido a frase que selou o destino da vítima e os tiros. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa começou a investigar o crime.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook