Quando fechava as portas do bar do filho, Ademir Cordeiro dos Santos, 43 anos, foi baleado com um tiro na cabeça, na Rua Laranjeiras do Sul, na noite de domingo, no Alto Boqueirão. A vítima foi socorrida e levada ao hospital, mas não resistiu e morreu no início da noite de segunda-feira.

Segundo informações da Delegacia de Homicídios, que investiga o caso, Ademir e a esposa moravam nos fundos do Bar e Bilhar Zé da Bota, de propriedade do filho do casal, de 18 anos. No domingo, os pais do rapaz tomaram conta do estabelecimento e, por volta das 21h, encerraram o expediente.

Estampido

Enquanto a esposa voltava para casa, Ademir foi fechar as portas do bar. Instantes depois, a mulher ouviu barulho de tiro. Quando foi ver o que havia acontecido, encontrou o marido caído, com ferimento na cabeça.

Imediatamente, ela acionou o Siate, que encaminhou Ademir, em estado grave, ao Hospital Cajuru. Ele ficou internado até as 18h de segunda-feira, quando morreu.

A delegada Daniele de Oliveira Serighelli, que cuida do caso, informou que a mulher da vítima deve ser ouvida na delegacia nos próximos dias. “Vamos tomar seu depoimento, mas a princípio ela contou que não viu o criminoso e nem como ele teria fugido.” A delegada informou ainda que não se trata de latrocínio (roubo com morte), já que a polícia constatou que nada foi levado do estabelecimento.