Quando chegava em casa com a família, Eudes Paulo da Silva, 33 anos, foi surpreendido por um homem e morto a tiros, na noite de domingo, na Avenida da República, Vila Guaíra. Ele estava no Vectra placa AQT-8179, acompanhado da mulher e de dois filhos.

Eudes morreu no interior do veículo, que ficou crivado de balas. Em 2006, Eudes foi apontado como integrante de uma quadrilha que clonava cartões de crédito e débito. A suspeita é de que a execução tenha sido praticada por um ex-sócio da vítima, também ligado ao crime organizado e com passagem pela polícia.

Os investigadores da Delegacia de Homicídios apuraram que o crime aconteceu por volta das 20h, no momento em que a família entrava na garagem de casa. Um carro bordô, ocupado por dois indivíduos, se aproximou do Vectra, dirigido por Eudes. Um dos homens desceu atirando e gritando para Eudes que ele iria morrer. Após os disparos, o matador voltou para o carro, que saiu em alta velocidade.

Eudes ainda chegou a ser socorrido pelos familiares, porém morreu ao dar entrada no Hospital do Trabalhador. Conforme foi levantado pelos investigadores, o responsável pelo crime seria um ex-sócio de Eudes, que vinha o ameaçando.

Ele já foi identificado, porém não teve seu nome revelado para não atrapalhar as investigações. Testemunhas serão ouvidas para confirmar se o suspeito foi o autor dos disparos ou o mandante do crime.

Crimes

De acordo com a polícia, tanto a vítima como o suposto autor têm antecedentes criminais. Em abril de 2006, Eudes foi apontado como integrante de um esquema internacional de clonagens de cartões. Cinco pessoas foram presas pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

Eudes, que na época era treinador de um clube de futebol amador de Curitiba, conseguiu escapar da prisão e só foi detido em março do ano seguinte, mediante cumprimento de mandado de prisão.

O suspeito de ser o responsável pelo assassinato foi preso em junho do ano passado, pela Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas. Ele seria o líder de uma quadrilha que lesava comerciantes nos estados do Sul e em São Paulo.