Uma briga com o vizinho, ocorrida há sete anos e motivada por besteira, trouxe dor de cabeça para Ângelo de Castro Martins. Ele foi condenado por tentativa de homicídio, pelo Tribunal de Júri, a 3 anos e 6 meses de reclusão, em regime aberto, e deverá cumprir algumas condições impostas pela Justiça para permanecer em liberdade.

O crime aconteceu na manhã de 28 de maio de 2005, na Rua Doutor José Guilherme Loiola, na Vila Santa Helena, Cidade Industrial. Por causa de provocações fúteis entre os vizinhos, Ângelo atirou em Ambrósio Zanotti, 65 anos, que foi internado em um pronto-socorro e se recuperou dos ferimentos.

Mesmo com a condenação, Ângelo poderá permanecer em liberdade, desde que fique recolhido em casa, das 22h às 6h30, compareça em juízo bimestralmente, não saia da cidade sem autorização judicial, preste serviços comunitários por seis horas semanais e participe de eventos e palestras.