Procurado pela polícia por conta de um mandado de prisão expedido por roubo, José Mauro Cardoso dos Santos, o “Pulga”, de 32 anos, foi detido na manhã de quinta-feira, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), e apresentado ontem. No momento da prisão ele teria trocado tiros com policiais militares do serviço reservado do 13.º Batalhão.

A confusão aconteceu em frente ao mercado onde “Pulga” trabalhava como repositor, na Rua Desembargador Cid Campelo. De acordo com investigadores do 11.º Distrito Policial, ao sair para cortar o cabelo, o suspeito foi abordado. Armado com uma pistola ele teria reagido e atirado na direção dos policiais. Houve tiroteio e “Pulga” acabou atingido por um disparo no pulso direito. Mesmo baleado, continuou correndo e entrou no mercado, onde foi preso na posse de uma pistola calibre 380.

O detido foi interrogado na delegacia e negou que tenha atirado nos policiais. No entanto, admitiu que a pistola era sua e alegou que andava armado por questão de segurança. “Pulga” foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo, além de ter o mandado de prisão cumprido.