Foto: Alberto Melnechuky

Cristiano, Fábio e Edson não falaram nada na delegacia.

Cristiano de Oliveira, 30 anos, Fábio de Oliveira Vasconcelos, 18, e Edson Barbosa de Oliveira, 29, deram ?bobeira? perto do corpo do rapaz assassinado e foram detidos, suspeitos de cometer o crime. Eles teriam acabado de matar Wagner Leandro Machado, 19, com três tiros no peito e outro na nuca. O crime ocorreu num matagal, no final da Rua Francisca Bonvim, bairro Costeira, em Araucária, por volta da 1h de ontem.

Moradores ouviram tiros e chamaram a Polícia Militar. Os policiais, que estavam por perto, chegaram em poucos minutos. Entraram no mato e viram o corpo de Vagner. Também ouviram barulhos estranhos. Resolveram rodear o matagal e flagraram o trio saindo de dentro dele, armados com um revólver calibre 38.

Foto: Alberto Melnechuky

Wagner teria envolvimento com drogas e por isso foi morto.

No mesmo momento, outro rapaz passava pela rua e foi detido. Porém, esclareceu-se depois que ele que tinha saído de casa para comprar cigarros e nada tinha com o crime. Foi citado no inquérito apenas como testemunha e liberado.

Segundo uma familiar da vítima, que compareceu à delegacia para dar início à papelada de retirada do corpo do Instituto Médico-Legal, Vagner era viciado. Não há certezas, mas pelo relato, a polícia suspeita que o crime foi um acerto de contas do tráfico de drogas. O trio detido, interrogado na delegacia, se manteve calado e disse que só falará em juízo.