Lucas Kalmir dos Santos Lima, 25 anos, não teve tempo hábil para se defender da morte na noite de desta terça-feira (7). Ele morreu, baleado várias vezes, ao volante de um Celta vermelho. Na mão direita do rapaz estava uma pistola 380, que ele não conseguiu usar contra os inimigos. O homicídio aconteceu na Rua General Potiguar, perto da entrada do Cemitério Jardim da Saudade e da lateral da empresa Osten Ferragens, no bairro Fazendinha, por volta das 19h30.

Segundo testemunhas, o carro de Lucas estava sendo perseguido por uma caminhonete Ranger. Nesta altura da via, o motorista da caminhonete tentou fechar o carro da vítima, que engatou a ré em mais uma tentativa de fuga. Porém, Lucas acabou batendo contra um Gol branco que vinha logo atrás. Foi encurralado. Um passageiro da caminhonete desceu e matou o rapaz, que até tentou pegar a arma que carregava, mas foi alvejado.

A polícia chegou rapidamente, mas os assassinos já estavam longe. Conforme relataram investigadores da Delegacia de Homicídios, Lucas tinha passagens por roubo de carro, mas não estava sendo procurado pela justiça.