Edson Padilha, 32 anos, acreditou que a cueca seria o melhor esconderijo para guardar uma pedra de 30 gramas de crack. Porém, policiais de Almirante Tamandaré a encontraram e o prenderam em flagrante por tráfico de drogas.

De acordo com o superintendente Marcos Furtado, havia várias denúncias indicando que a casa de Edson, na Rua José Vicente Gowatiski, Jardim Paraíso, funcionava como ponto de venda de entorpecentes. Na segunda-feira os policiais foram até lá e o encontraram.

Ao abordá-lo, acharam a droga e R$ 82. Edson não quis dar sua versão, mas, segundo os policiais, declarou que há oito meses vendia drogas, mas passou a consumi-las. Por isso, era ameaçado pelo seu “fornecedor”.