Um crime misterioso deu inicio ao desespero de uma família em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Por volta das 21h40 desta quarta-feira (25), Arabel Simone Oliveira Freitas Martins, de 45 anos, foi encontrada morta dentro de casa, na Rua Fioravante Zocolotti, no Guatupê. O assustador, é que as duas filhas dela, de 5 e 6 anos, estão desaparecidas.

O principal suspeito do crime é o ex-marido de Arabel. A polícia procura por ele, mas segue principalmente atrás das duas meninas. O medo da família é de que as filhas do casal também estejam mortas.

Arabel foi encontrada, segundo a Polícia Militar, por um vizinho que arrombou a porta da casa. Ela estava caída no chão, com um ferimento na cabeça. O Siate chegou a ser acionado, mas os socorristas apenas puderam constatar o óbito.

A desconfiança desse vizinho começou depois que ele teria dado carona ao homem, que saiu de casa junto com as duas meninas. O vizinho até os levou ao destino, na Colônia Rio Grande, mas logo que voltou para a casa não conseguiu ficar em paz até ver se Arabel estava bem.

Investigação

A Polícia Civil de São José dos Pinhais já tem a identificação do ex-marido de Arabel, mas o paradeiro dele e das meninas ainda é um mistério. O que se sabe é que o casal teria ficado junto por quase 10 anos e que se separaram depois que a mulher pediu a separação, por não aguentar mais as brigas. Ela teria, inclusive, pedido medida protetiva contra o ex, para garantir que ele não se aproximasse nem dela, nem das filhas.

De acordo com o delegado Amadeu Trevisan, da Delegacia de São José dos Pinhais, o objetivo principal é encontrar as meninas. Ele disse que várias equipes policiais estão atrás das garotas e do suspeito. “É um grande trabalho, que imediatamente já reuniu três delegacias, a Delegacia da Mulher de São José, bem como o Sicride, de Curitiba”. 

Apelo nas redes sociais

A família já registrou boletim de ocorrência e pede que informações sejam passadas diretamente aos policiais de São José dos Pinhais, pelo telefone 3299-1500. A filha mais velha da vítima tem usado as redes sociais para pedir ajuda. A jovem apela para que quem tenha do paradeiro do padrasto e das irmãs avise a polícia.

POR FAVOR AJUDEMSe alguém viu minhas irmãs por favor chamem a polícia pq o pai delas matou minha mãe e sequestrou…

Posted by Hélia Freitas on Quinta, 25 de junho de 2015