Foi preso no início da madrugada deste sábado (16) o estelionatário que se passava por funcionário do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para seduzir vítimas em sites de bate-papos na internet. Depois de se encontrar pessoalmente com as mulheres, ele furta objetos e dinheiro. Segundo informações da Polícia Militar, o homem identificado apenas como Felipe foi detido e encaminhado para a Delegacia de Vigilância e Capturas (DVC).

Os golpes de Felipe vieram á tona no início do último mês de julho, quando duas mulheres registram queixa na Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), Na época, uma das vítimas, de 23 anos, disse aos investigadores que depois de pouco mais de um mês conversando pela internet, o golpista conseguiu o encontro. Nas conversas telefônicas, ele fingia entrar em contato com ambulâncias e hospitais pelo rádio imaginário para dar veracidade ao disfarce. Na conversa, deu desculpa para passar uns dias na casa da vítima, mas em um domingo, dizendo que faria plantão de 24 horas, foi embora, surrupiando um cartão bancário, com o qual sacou R$ 620 da conta da mulher.

Durante as conversas pela internet, Felipe mandava fotos nas quais ele aparece com uniforme do Samu, jaleco e aparelhos médicos, como estetoscópio. Um das vítimas disse aos investigadores que o procurou na unidade do Samu do Cristo Rei, onde ele disse que trabalhava, mas foi informada que não havia ninguém com aquele nome.

Ainda segundo informações da DFR, o criminoso se apresentou para uma das mulheres como Felipe Oliveira e para outra, como Felipe Moraes. O falso socorrista deve ser indiciado por furto, já que se apresentar com roupas do Samu não configura crime.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook