O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) divulgou, na manhã desta segunda-feira (25), o retrato falado do homem que estuprou uma adolescente, de 13 anos, no início de setembro, na Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), divisa com São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo a polícia, a garota, que reside perto do local do crime, esperava o ônibus para ir à igreja, quando foi abordada pelo suspeito. Ele tem 1,60 metro de altura, cabelos pretos e curtos e vestia uma jaqueta vermelha do time do São Paulo, calça jeans e tênis.

O homem, que carregava uma bicicleta velha, de cor preta, cujo banco estava amarrado com uma sacola plástica branca, abordou a menina com uma faca de cabo preto e a obrigou a segui-lo até em baixo do viaduto, em um matagal, onde a violentou. De acordo com a delegada do Nucria, Maricy Mortagua Santineli, a garota teria tentado fugir do criminoso, mas foi agarrada pelos cabelos. “Ela gritou por socorro, mas apenas carros passavam pela avenida naquele momento e ninguém a escutou”.

A delegada espera identificar o suspeito com a ajuda da população. Quem tiver informações sobre o paradeiro e sobre a identidade do homem, pode entrar em contato com o Nucria pelo telefone (41) 3244-3577. “Garantimos o anonimato de quem contribuir com qualquer informação”, afirmou a policial.