Mauro Sergio Matias Ferreira da Silva, 24 anos, foi preso, na última quarta-feira (12), por policiais civis de Araucária, acusado de um homicídio que vitimou, em novembro do ano passado, o vigia de um posto de combustível Jackson José Pikissus, 34 anos. Ele foi morto com três tiros no bairro Campina da Barra, em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Algumas investigações apontavam que o acusado estaria em Guarapuava. Todavia, na última terça-feira (11), os policiais receberam a informação de que Silva estaria participando de uma quadrilha de ladrões de cargas e que estaria agindo na região de Curitiba. Alguns integrantes da quadrilha foram presos, porém, no momento da prisão, Silva, utilizava um Celta que estava sendo usado como escolta e conseguiu fugir.

O acusado foi localizado no bairro São Francisco pelos policiais civis. No momento da abordagem, Silva se apresentou como Mauro Sérgio Matias Ferreira da Silva, mais foi reconhecido pelos investigadores.

Silva confessou o crime. O acusado está preso à disposição da Justiça.