O caminhoneiro Ederson dos Santos Bielecki, 33 anos, foi condenado a seis anos e oito meses de reclusão em regime semi-aberto, por homicídio. Ele estava preso desde a data do crime, 30 de março de 2001, quando matou José Kleber de Araújo.

Passava das 23h de 30 de março do ano passado quando Edson Araújo, 34 anos, irmão da vítima, começou a discutir com Bielecki dentro de um bar na Rua Cid Campêlo, CIC. Os dois acabaram indo para a calçada, seguidos por José Kleber, que tentava apartar a briga. Bielecki sacou um revólver e desferiu diversos disparos a esmo. Uma das balas acertou José Kleber em cheio no peito. O rapaz, de 18 anos, morreu na hora.

Bielecki foi preso por policiais militares e levado à delegacia do 11.º Distrito, sendo autuado em flagrante por homicídio. Ele foi julgado anteontem.

O julgamento foi presidido pelo juiz Rogério Etzel. Na defesa do réu atuou o advogado Luiz Cláudio Falarz e na acusação, o promotor Cássio Roberto Chastalo. (BM)