Confusão durante jogo de futebol dente-de-leite por causa de um erro de arbitragem terminou com uma mulher morta e dois homens feridos, no final da tarde de sábado, em Cascavel. O acusado do crime é um bandeirinha da partida, que teria anulado dois pênaltis.

Após a partida, o técnico da equipe prejudicada José Carlos Soares, 37 anos, foi tirar satisfação com o árbitro auxiliar Wilson Aparecido Padilha, 33 anos, que usou uma chave de fenda para feri-lo.

Na tentativa de defender o sobrinho, os tios de José também foram golpeados. Vera Lúcia Floriano dos Santos Bertulla, 43 anos, foi atingida no peito e morreu no hospital.

O marido dela, Joel Ribeiro, 41 anos, foi ferido nas costas e permanece internado no hospital. O advogado de Wilson informou que seu cliente compareceria na delegacia ainda na tarde de ontem para prestar depoimento.