A aposentada Erminda Kaiser Netz, 92 anos, se apressou para não perder o ônibus e morreu atropelada por uma moto, às 14h20 de ontem. O acidente foi na Rua João Dembinski, na Cidade Industrial, bem em frente ao Lar de Idosos Ebenezer, onde ela morava.

O motoqueiro que a atropelou, Adriano Alexandre dos Santos, 26 anos, não teve como desviar da idosa. “Estava devagar, mas ela deu dois pulos para dentro da rua de repente. Joguei a moto quase na outra pista, mas não foi suficiente para desviar dela”, lamentou Adriano. Ele não se feriu e prontamente chamou o Siate.

Erminda viu o ônibus se aproximar, na pista sentido Fazendinha, e, na pressa para chegar ao ponto antes que o coletivo chegasse, não observou a pista sentido Campo Comprido, por onde vinha a CG 150 placa ATY-3723. O motoqueiro Adriano não tinha habilitação e foi levado pela Polícia Militar à Delegacia de Delitos de Trânsito.

Ativa

Ernildo Weingartner, diretor do Lar Ebenezer, contou que Erminda morava há sete anos no local e, apesar da idade, era muito lúcida e ativa. Todos os dias saía do lar para passear, visitar parentes ou fazer suas coisas particulares.

“O Estatuto do Idoso garante o direito de ir e vir. Não podíamos impedir que ela saísse do lar a hora que quisesse”, explicou Ernildo, que também faz parte do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa.