Mais uma vez, uma história de paixão enlouquecida que termina em tragédia se repete na Grande Curitiba. José Lopes da Silva, 71 anos, em uma crise de ciúmes, matou a esposa, Alzira Mendes de Miranda, 50, e tentou o suicídio. O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (06), em Araucária.

De acordo com a família da mulher, o casal vivia junto há um ano e meio. Alzira escondia dos filhos as agressões que sofria. Ela comentou com a irmã, há cinco meses, que vivia como prisioneira de José dentro de casa e não aguentava mais. Na semana passada, pela primeira vez ela revelou a um dos filhos que pensava em acabar o relacionamento.

Às 2h30 de hoje, provavelmente depois de tentar colocar um ponto final no casamento, Alzira brigou com José e levou duas facadas na barriga, na residência do casal, na Rua Aleluia, bairro Campina da Barra. Ela morreu na hora. José ficou transtornado e tentou o suicídio, mas foi socorrido por uma equipe do Siate e encaminhado ao Hospital Municipal de Araucária, onde permanece internado. A faca foi apreendida.

Alzira criava duas netas, de 13 e 18 anos, desde que a mãe delas morreu, há mais de 12 anos. A mais velha dormia quando tudo aconteceu, e a mais nova testemunhou a morte da avó. Ela foi ameaçada de morte por José, mas conseguiu fugir e pedir ajuda. As meninas já estão acompanhadas dos tios.