Briga por conta de uma casa resultou em dois irmãos baleados, em Almirante Tamandaré, na noite de ontem. O auxiliar de serviços gerais Celso da Costa Rosa, 34 anos, morreu em frente a sua casa com pelo menos três tiros em peito e cabeça ao defender o irmão, o marceneiro Alvírio da Costa Filho, 30, que levou um tiro na cabeça e foi socorrido em estado grave pelo Siate, ao Hospital Evangélico. O crime foi por volta das 20h30, na Rua 10, Jardim Bonfim.

Celso e Alvírio são de uma família de seis irmãos. Ademir, um deles, contou que dois homens chegaram à porta da residência de Alvírio e o chamaram pelo nome. Quando o homem atendeu, foi baleado. Celso, que mora em frente, saiu em defesa do irmão e foi morto.

Ex-mulher

Ademir contou que a confusão foi por conta de uma casa, que Alvírio queria deixar para a ex-mulher. Um dos matadores, revelou, seria o ex-cunhado de Alvírio. A vítima morta trabalhava próximo de casa, numa fábrica de baterias. Já o ferido é marceneiro de uma loja de móveis do município.