Dois meses depois de sofrer tentativa de homicídio na Moradias Augusta, os irmãos Rafael França Machado, 18 anos, e Wesley França Hallabi, 21, foram executados quase no mesmo endereço, na Cidade Industrial.

O crime aconteceu por volta das 23h na Rua Leandro Dacheux do Nascimento Júnior. Segundo apurado pela polícia, os irmãos procuravam um viciado para cobrar dívida de droga.

Vizinhos disseram ter acordado com o barulho de vários tiros, porém, não se aventuraram a sair de casa. Por volta das 23h, os irmãos foram encontrados mortos separados a cem metros de distância um do outro.

De acordo com o perito Coutinho, do Instituto de Criminalística, Rafael foi executado com cinco tiros e Wesley, com sete. Ele ainda carregava uma faca na cintura. Diversas cápsulas de calibres 40 e 9 milímetros foram recolhidas pelo perito.

No local, a polícia obteve poucas informações junto aos moradores que temem por represálias. Apenas foi comentado que um veículo Gol branco foi visto deixando o local após os disparos.

Lamento

O pai dos garotos lamentou os filhos terem ignorado seus conselhos para abandonar o mundo das drogas. Em 21 de julho, os irmãos sobreviveram a um atentado no mesmo local. E

les estavam acompanhados do outro irmão Rodrigo Murilo Machado, 20 anos, que também foi baleado, e da namorada de Wesley, que morreu no local. Segundo apurado na época pela Delegacia de Homicídio, a garota seria o alvo dos assassinos.

Depois do atentado, os rapazes teriam se afastado do bairro. Em junho, Rafael foi preso por porte ilegal de arma e saiu da cadeia pouco tempo antes de sofrer o atentado. Domingo, Rodrigo teria desistido de acompanhar os irmãos. A polícia também investiga se eles estavam envolvidos em um homicídio.