Nenhuma discussão, correria ou barulho de veículos foram ouvidos na Rua Arthur Müller, Vila Maringá, no Xaxim. Moradores locais apenas escutaram os tiros que mataram Everton Patrick, 20 anos. O assassinato aconteceu por volta das 22h30 deste sábado (1.º).

O jovem foi executado em frente a uma residência. O morador afirmou aos policiais que, assim que ouviu os tiros, saiu para ver o que ocorria e encontrou Everton estendido em sua calçada, já sem vida. Nenhum outro barulho foi ouvido além dos disparos.

Everton foi atingido por quatro tiros, um na cabeça, outro nas costas e mais dois no peito, que lhe tiraram a vida instantaneamente. Além de não haver testemunhas, no chão também não foram localizadas cápsulas ou projéteis, o que levou o perito Eumir Machado a crer que a arma usada na execução tenha sido um revólver. Everton não portava documentos de identificação. Tinha apenas um cartão de ônibus com seu nome no bolso.