Mais uma vida foi ceifada brutalmente na adolescência, na região metropolitana. Aliton Carvalho de Paula, 17 anos, foi morto com seis tiros, nos braços, pernas e no peito, pouco depois das 21h de segunda-feira, em Piraquara. Ele estava em casa com o irmão e foi ao portão atender o chamado de uma pessoa.

De acordo com o tenente Ronaldo Nakamoto, do 17.º Batalhão de Polícia Militar, o garoto morava com a mãe e um casal de irmãos, na Rua Santa Catarina, Jardim dos Estados.

A mãe está internada em um hospital e a irmã não estava em casa na hora do crime. “O irmão foi a única testemunha. Ele comentou que ouviu alguém chamar o garoto na entrada da casa e quando Aliton chegou ao portão, foram ouvidos apenas os tiros”, relata o tenente.

Suspeito

O superintendente da delegacia local, Marco Aurélio Furtado, acredita que três pessoas cometeram o crime. “O advogado de um menor já informou que irá apresentá-lo nos próximos dias. Ele quer assumir o crime sozinho”, explica o policial.