Foto: Fábio Alexandre
Jonathan foi morto na
frente dos familiares.

Jonathan Marques Gomes, 17 anos, foi executado na manhã de ontem com vários tiros em frente à porta de entrada de sua residência, na Rua Gastão Poplade, no Parolin. O autor do crime foi apontado por familiares da vítima como sendo Hélio Krüger, ex-padrasto do jovem.

Segundo informações dos PMs do 13.º Batalhão, por volta das 7h30, Hélio chegou ao local em uma motocicleta verde. Ele foi até a casa dos fundos do terreno e ficou esperando o jovem. Quando Jonathan saiu de sua moradia para ir trabalhar foi surpreendido pela presença do ex-padrasto. Houve uma rápida troca de palavras e, em seguida, vários tiros foram efetuados. O jovem caiu morto sob o olhar perplexo de seus familiares.

A ocorrência foi atendida pelos soldados Caetano, Teixeira e o sargento Benevides. Para eles, uma rixa familiar teria motivado o assassinato. Os familiares da vítima repassaram uma fotografia do acusado para facilitar a sua localização. Quem tiver informações sobre o paradeiro do suspeito deve entrar em contato com a Delegacia de Homicídios.