O proprietário de uma lanchonete na Rua XV de Novembro, centro de São José dos Pinhais, foi mantido refém por um assaltante armado de faca, na tarde de ontem. O bandido estava com medo de apanhar da população, pois foi perseguido após roubar uma farmácia e pedestres. A negociação com a Guarda Municipal durou cerca de 15 minutos. Thiago da Silveira, 20 anos, foi levado à delegacia local.

Segundo Barreto, chefe de operações da GM, que coordenou a negociação, o proprietário da lanchonete estava sentado em uma cadeira e o marginal mantinha a faca no pescoço dele. “Ele estava transtornado, gritando. Parecia estar sob efeito de entorpecentes”, afirmou. A área foi isolada para negociação. “Todo cuidado é pouco. O indivíduo em estado alterado se torna imprevisível. Tinha hora que ele apertava a faca no pescoço do homem e precisávamos acalmá-lo de novo”, disse Barreto.

O bandido exigia a presença da mãe dele e da imprensa para libertar o refém. Depois de cerca de 15 minutos, ele foi persuadido pelos guardas a se entregar. O suspeito não estava com nenhuma quantia pois, segundo Barreto, havia jogado o dinheiro no caminho. Thiago tem quatro passagens por furto e roubo.

Paraná Online no Facebook