Edilson Santana.

Alguém colaborou com a polícia e o foragido Edílson de Lima Santana, 23 anos, o “Tibúrcio”, foi preso à 1h de ontem. Através uma denúncia anônima, policiais militares do 17.º Batalhão surpreenderam Edílson dormindo na casa da amásia, no Jardim Califórnia, em Araucária. Ele é condenado por roubo e acusado de homicídio.

Edílson foi preso pela polícia de Araucária em agosto de 2000, e condenado a 12 anos de prisão por assalto à mão armada. Há cerca de um ano, fugiu da cadeia da cidade. “Neste período, escondeu-se entre Cidade Industrial, Araucária e Fazenda Rio Grande”, disse o escrivão Nei, da delegacia da cidade.

Além do assalto, Edilson responde pele assassinato de Cláudio Luís Maia, cometido em 10 de setembro de 2001, às margens da barragem da represa do Passaúna. “Ele contou que houve discussão durante um jogo de bilhar. A vítima teria lhe acertado um golpe com o taco na cabeça e depois o perseguido. Edílson sacou seu revólver calibre 32 e deu dois tiros em Cláudio”, disse o escrivão. O foragido já está recolhido de volta no xadrez de Araucária.