Na quarta-feira (16), investigadores do 8.º Distrito Policial de Curitiba, em diligências visando elucidar roubos a residência ocorridos na região do Xaxim, conseguiram prender em flagrante Willian Paulo de Carvalho, 22 anos, e Leandro Henrique da Silva, 21 anos, além de apreender dois revólveres, calibre 38 (um com a numeração suprimida) e uma Fiorino e uma Meriva, ambos produto de roubo.

As investigações se iniciaram após a informação de que a Fiorino, carregada com uma carga de cosméticos, avaliada em R$ 50 mil, roubado em 25 de junho, no Xaxim, estava sendo utilizada para pratica de assaltos a residência na região.

Com a informação e sabedores de que referidos assaltos ocorrem no início da manhã, por volta das 7h, os policiais conseguiram visualizar o veículo na Rua Eduardo Pinto da Rocha, tendo Carvalho como motorista e Silva passageiro.

Ao efetuarem a abordagem, encontraram na porta do motorista um revólver calibre 38 com cinco munições intactas. Ao efetuar revista pessoal nos detidos, foi encontrada com Silva a chave da Meriva, que estaria estacionada próximo ao Habibs do Xaxim.

Ao chegarem no local, foi encontrada outra arma de fogo, com a numeração suprimida, que estava escondida num fundo falso do painel. Os detidos confessaram que estavam se preparando para praticar assaltos a residência. Na casa de Carvalho foram apreendidas mais cinco munições de revólver calibre 38.

Durante toda a investigação, foi possível apurar que os marginais sempre se utilizam de veículos roubados para pratica dos assaltos, tendo preferência pela Fiorino para levar os objetos roubados das residências.

Os fatos sempre ocorriam no inicio da manhã, período em que a dupla ficava rodando o bairro, visando se aproveitar quando algum morador estivesse saindo de casa.

Ambos os veículos estavam com as placas trocadas, visando burlar a fiscalização policial e serão devolvidos a seus respectivos proprietários. A dupla foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e adulteração de sinal identificador de veículo. Eles foram encaminhados para a Carceragem do 11.º DP.

“Neste momento não temos como mensurar quantos assaltos a dupla possa ter efetuado, sendo que as investigações prosseguem no intuito de identificar demais envolvidos nos assaltos”, disse o delegado-titular do 8.º DP, Renato Bastos Figueiroa.