João de Noronha
César e Ezaque voltaram ao xadrez de São José dos Pinhais.

Não fosse por terem se assustado e caído da moto, quando viram uma viatura da Polícia Militar, Ezaque Alves da Silva, 19 anos, e César Fernandes, 22, poderiam ter sido bem-sucedidos no assalto a um supermercado de São José dos Pinhais, na tarde de ontem. Estranhando a reação dos marginais, os policiais logo os abordaram e, com eles, encontraram um revólver e os produtos roubados do estabelecimento.

Por volta das 15h45 de ontem, a Polícia Militar recebeu o comunicado do assalto contra o supermercado Nemari III, na Rua Padre Humberto Hobes, 380, bairro São Sebastião. Pouco tempo depois, uma viatura que patrulhava a Avenida Guatupê – no bairro com mesmo nome, não muito longe do supermercado – avistou a dupla sobre a moto. Os bandidos se assustaram com a presença policial; o condutor da moto perdeu o controle da direção e caiu com o veículo.

Os policiais abordaram a dupla e encontraram um revólver, calibre 38, com Cesar, e R$ 272,00 e cigarros com Ezaque, produtos roubados do mercado.

A moto que a dupla usava, a CG 125 preta placa ANZ-6944, foi roubada por eles mesmos na noite anterior, em uma residência naquele município. Na ocasião, conforme informou a delegacia local, o casal proprietário da moto foi abordado em casa, onde permaneceu por um tempo amarrado e ameaçado de morte, enquanto os bandidos levavam a moto e outros pertences de valor da residência.

Tanto Ezaque quanto César já possuem antecedentes criminais por roubo, pela delegacia de São José dos Pinhais, município onde eles residem. Agora os marginais retornaram ao mesmo xadrez. Eles foram autuados novamente pelo crime de roubo.