A polícia prendeu, no último domingo, um homem e um adolescente suspeitos de matar uma turista paulista, em Foz do Iguaçu. Mauro dos Santos, 20 anos, e o adolescente, 16, foram encontrados no bairro Morenita, por voltas das 14h. Os dois são acusados de matar Vanda Cândido, de 40 anos, na Ponte Tancredo Neves, por volta das 11h30, durante um assalto.

Segundo o delegado Renato Coelho de Jesus, da Operação Viva o Verão, na costa oeste, que deteve os suspeitos, um revólver calibre 38 foi apreendido e pode ter sido usado no crime. Os criminosos levaram a máquina fotográfica da família.

?Foi uma ação rápida da polícia, que trabalhou em conjunto para solucionar o caso?, destacou o secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari. A família da vítima, que estava no carro no momento do assalto, já reconheceu os dois suspeitos.

Segundo a polícia, Vanda tinha ido com o marido e dois filhos visitar a Argentina quando o carro onde estavam foi abordado por três pessoas, na Ponte Tancredo Neves, área da jurisdição da Polícia Federal. De acordo com o delegado, a família foi abordada quando voltava para Foz do Iguaçu e parou para fotografar a ponte que divide Brasil e Argentina. Um dos criminosos atirou no carro, acertando a turista nas costas. Ela foi levada para um hospital de Foz do Iguaçu, mas não resistiu. ?Logo que ocorreu o assalto fomos acionados e começamos a investigação?, disse o delegado.

A polícia informou que Santos e o adolescente foram encontrados no bairro Morenita, em Foz do Iguaçu, quando se escondiam dentro de uma casa. ?Nós recebemos algumas informações de que eles poderiam estar naquele bairro. Quando entramos no bairro, descobrimos a casa onde eles estavam e os encaminhamos à delegacia?, contou Coelho.

?Nós já identificamos também o terceiro homem que estava no momento do assalto. Esperamos prendê-lo nas próximas horas. De acordo com as testemunhas, pode ser este terceiro o autor do disparo?, informou Coelho.

Santos e o adolescente estão detidos na 6.ª Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu. O jovem deve ser levado para a Delegacia do Adolescente na cidade.