Um rapaz, sem documentos, foi encontrado morto, com duas facadas no peito, na Rua Acácio Correa, perto da Rua 24 de Maio, no Parolin, dentro da área da Unidade Paraná Seguro (UPS). Moradores relataram que houve um apagão na energia elétrica, por volta de 22h30 de segunda-feira. Neste momento, eles ouviram um carro com o som muito alto parar na rua por alguns minutos e sair em alta velocidade.

Quando a luz voltou, eles encontraram o homem morto. A vítima, de aproximadamente 20 anos, vestia calça e jaqueta pretas e camiseta vermelha, era magra e morena, com cerca de 1,70 metro. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, titular da Delegacia de Homicídios, o jovem provavelmente foi atingido por golpes de um punhal. Vizinhos informaram que já viram a vítima frequentando a área de venda de crack.

Crimes

Desde a instalação da UPS no Parolin, no começo de maio, quatro pessoas foram assassinadas no bairro. Na madrugada de 9 de agosto, Adilson Lima de Oliveira, 30, foi morto a tiros, no portão de casa, na Rua Eugênio Parolin. Na tarde de 31 de agosto, Paulo Roberto Pacheco, 41, levou dois tiros e morreu na Rua João Parolin, próximo à Rua Assis Figueiredo. A outra vítima foi Déborah Cristina Montegro, 34, baleada dentro de um carro, na Rua Professor Plácido e Silva, na madrugada de 29 de novembro. A mulher foi socorrida, mas morreu a caminho do hospital.