O município de Colombo "pegou fogo" na madrugada de sábado. Quatro pessoas foram assassinadas, em três situações distintas, e a polícia investiga uma possível ligação entre os casos. O primeiro crime aconteceu à 1h30, na Rua Grajaú, 195, Jardim Monza, onde Márcio Marques dos Santos, 27 anos, foi morto com um tiro no olho. Ele já esteve recolhido na delegacia de Colombo e andava com o alvará de soltura no bolso.

O corpo estava na rua, em frente ao Bar do Santos. Segundo informações levantadas pela polícia, possivelmente Márcio foi baleado dentro do bar e correu para fora. A outra hipótese é que, depois de morto, teve seu corpo arrastado para fora do estabelecimento. Quando os policiais chegaram ao local, o bar estava fechado.

Duas horas depois, no Jardim Campo Alto, Marilene Gonçalves do Nascimento, 23 anos, conhecida como "Nenê", morreu vítima de agressão física. O crime ocorreu na Rua João Elias Alves da Silva, 52. Moradores relataram aos policiais que a casa onde ela morava era freqüentada por usuários de droga, fato que pode ter relação com a morte.

Latrocínio

No final da madrugada de sábado, por volta de 5h45, na esquina das Ruas Francisco Borato e Manoel Ribas, próximo ao Mercado Almeida, também no Jardim Monza, Diego Caetano Pinheiro dos Santos, 19 anos, conhecido como "Tatu", e Fernando Maciel Miranda, 20, o "Ferpa", foram assassinados a tiros. De acordo com a Polícia Militar, há suspeitas de um latrocínio (roubo com morte). No entanto, a moto Biz placa ANG-1438, de propriedade de um dos rapazes, foi deixada no local.