Inconformado em ver sua mãe atrás das grades, acusada de tráfico de drogas, um adolescente, de 17 anos, se apresentou à polícia, assumindo a posse do entorpecente.

Ele queria livrar a mãe do flagrante, mas, no fim, os dois foram detidos, no início da noite de quarta-feira. Na casa da família, a polícia encontrou 70 pedras de crack, outra pedra de 10 gramas, além de uma balança de precisão e apetrechos para embalar a droga.

Segundo contou o soldado Miranda, uma equipe do tático móvel, do 12.º Batalhão da Polícia Militar, patrulhava a Estrada Curitiba-Araucária, no Uberlândia, Novo Mundo, quando viu a mulher na rua, em atitude suspeita. Assim que ela percebeu a presença da polícia, correu para dentro de casa. Os policiais desconfiaram e foram atrás dela.

Residência

Em revista à residência, encontraram as drogas e alguns celulares. A mulher negou que o entorpecente fosse dela, mas como é dona da casa, foi levada ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), anexo ao 8.º Distrito Policial (Portão), e responsabilizada por tráfico.

Pouco mais de uma hora depois, o filho dela, de 17 anos, apareceu no Ciac. Ele disse aos policiais que a droga era sua e que sua mãe nada tinha a ver com tudo aquilo.

Apesar do jovem ter assumido a posse do material, a mãe continuou detida e o garoto foi levado à Delegacia do Adolescente. Atuaram na prisão os soldados Miranda, Fábio, Marcelo Rosa e o sargento Henry.