Está identificada a jovem encontrada enforcada e com as costas marcadas a golpes de estilete, em São José dos Pinhais, no domingo. Trata-se de Vanessa da Silva, 18 anos. A mãe dela compareceu na delegacia do município e informou ao delegado Osmar Dechiche que a garota havia desaparecido na tarde de sábado, em Colombo. Os assassinos, além de torturar e enforcar a jovem, deixaram escrito em suas costas as palavras ?X9? (que quer dizer alcagüeta) e casinha (que na gíria significa morte, cemitério).

A mulher revelou à polícia que Vanessa e o marido iriam visitá-la, na Rua Alvorada do Sul, em Pinhais. No trajeto, Luiz Paulo de Souza (o marido), ordenou que Vanessa fosse na frente, porque ele iria parar na farmácia. Pouco depois, o rapaz chegou na casa e descobriu que Vanessa não tinha chegado ainda.

Ninguém sabe o que aconteceu. O corpo dela só foi encontrado 19 horas depois, em São José dos Pinhais, na localidade de Curralinho, no meio do mato. Vanessa e Luiz, de acordo com a mãe dela, estavam casados há um ano e ambos eram usuários de maconha.