Uma mulher morreu e o filho dela ficou gravemente ferido ao caírem do Mirante da Pedra, em Antonina, litoral do Estado. Os dois despencaram de uma altura de aproximadamente 50 metros e foram encontrados por volta de 14h30 de sábado. Quando os bombeiros chegaram, Renata Cristina Lopes, 28 anos, já estava morta. O filho, Denis Renan Ferreira Lopes, de apenas 4 anos, estava com vida e foi encaminhado ao Hospital Regional de Paranaguá.

O caso está sendo investigado pela delegacia de Antonina e a hipótese de homicídio não está descartada. A polícia aguarda a conclusão dos laudos do Instituto Médico-Legal (IML) e do Instituto de Criminalística que vai apurar se houve outro tipo de violência além dos ferimentos provocados pela queda.

De acordo com a polícia, o ponto turístico com vista panorâmica para a cidade fica no Morro do Bom Brinquedo e atualmente está desativado.

As primeiras informações obtidas pela polícia dão conta que mãe e filho foram vistos subindo o mirante acompanhados por dois homens, o que ainda não foi comprovado.

A mulher morava em Antonina e criança era fruto do primeiro relacionamento de Renata. Segundo a polícia, há pouco tempo ela se envolveu com outro homem, mas o romance durou cerca de três semanas e agora já estaria envolvida amorosamente com outra pessoa.

De acordo com a polícia, familiares e os companheiros da jovem deverão ser ouvidos durante a semana. A delegacia informou que, para não prejudicar as investigações, alguns dados serão mantidos em sigilo.

A criança sofreu traumatismo craniano e continuava internada na UTI até a noite de ontem.