Dois usuários de drogas foram mortos a tiros entre a madrugada e a manhã de sábado, em Curitiba. Dalvo Rodrigues dos Santos, 33 anos, não resistiu ao segundo atentado que sofreu.

Ele é sobrevivente de um triplo homicídio registrado em novembro do ano passado, no Conjunto Tramontina, na Cidade Industrial. Por volta das 8h30 de ontem, ele foi encontrado morto com três tiros próximo dali, na Rua Padre José Kentenich, já no Campo Comprido.

O irmão da vítima, João dos Santos, contou que Dalvo morreu perto da casa da mãe. “Por volta das 2h ele foi até a casa da minha mãe, há poucas quadras da cancha, para pedir dinheiro. Depois disso ele desapareceu. Um amigo dele é que encontrou o corpo e nos avisou”, afirmou.

João ainda relatou que seu pai tentou internar Dalvo para que ele abandonasse as drogas, dias antes do triplo homicídio, mas ele não quis se tratar.

Outro

No Parolin, outro usuário de drogas foi executado. A vítima foi encontrada com um tiro no peito em frente ao Laboratório Municipal, na Rua Brigadeiro Franco, esquina com a Rua Antônio Parolin Júnior, por volta das 2h de sábado. Durante a manhã, a mãe da vítima identificou o corpo no Instituto Médico Legal como sendo Paulo Sérgio Santana, 25 anos.