Seis dias depois de levar três tiros, em São José dos Pinhais, o marceneiro Nilson Tonkiel, 40 anos, foi executado. Ele levou dois balaços, dentro do Gol placa AWF-1512, por volta das 21h45 de ontem, na Rua Miguel Bakum, Guabirotuba. Nilson acompanhava a mulher a uma costureira. Segundo testemunhas um homem que trajava roupas escuras chegou próximo do carro, efetuou os disparos e fugiu.

A esposa dele, que estava ao volante, não foi ferida. Ela contou para a tenente Aline Canfild, do 20.º Batalhão da Polícia Militar que o marido sofreu o atentado no sábado e ficou internado até terça-feira. “Ela disse que o marido explicou que havia impedido um assalto e os bandidos teriam ido atrás dele para se vingar”, relatou a tenente.

A testemunha viu apenas um homem atirar, mas não está descartada a possibilidade da existência de um comparsa, pois provavelmente o carro de Nilson foi seguido desde de São José dos Pinhais.

Veja galeria de fotos do crime.