Dois irmãos foram assassinados com mais de 20 tiros na noite de quinta-feira (30), no Campo do Santana, em Curitiba. O que chamou a atenção da polícia foi que os atiradores se passaram por policiais e armaram uma tocaia para as vítimas.

Por volta de 19h30, Lincoln Rafael Santos Novaes, 21 anos e Gabriel Henrique Santos Novaes, 17, estavam em frente a casa da irmã, na Rua Doralice de Oliveira Souza quando dois homens em um Gol preto passaram olhando para os rapazes.

O veículo fez a volta na quadra e, de acordo com o delegado Renato Coelho, abordaram os irmãos como se fossem policiais á paisana. Ao perceber que se tratava de uma tocaia, os jovens correram mas foram atingidos por vários disparos. Um morreu no meio da rua, ao lado de um Gol vermelho e o outro no banco de trás de um Golf prata. Não havia irregularidades nos veículos.

Lincoln foi atingido por nove tiros e Gabriel por treze, ambos de pistola calibre 380. A perícia recolheu mais de 25 cápsulas de projéteis. No local os familiares e vizinhos não colaboraram com o trabalho da polícia, no entanto, informaram que Lincoln havia sido preso por homicídio. A polícia trabalha com a hipótese que o motivo do crime seja vingança.

A Divisão de Homicídios e Projeção a Pessoa (DHPP) investiga a dupla execução. Informações que possam auxiliar na elucidação do crime podem ser repassadas pelo telefone 0800-643-1121. Os corpos foram recolhidos ao Instituto Médico Legal.

Paraná Online no Facebook