Foto: Alberto Melnechuky

Josiane era agredida com freqüência pelo marido.

A união de 14 anos entre o motorista de ônibus Marcos Roberto da Silva e a vendedora Josiane Aparecida da Silva, ambos de 34 anos, foi definitivamente rompida na noite de segunda-feira. Ele a matou com uma facada no pescoço, na frente dos filhos de 8 e 14 anos, na casa onde ela morava com as crianças, na Rua Eugênio Montin, São Gabriel, em Colombo. Depois de matá-la, ele fugiu na caminhote F-1000, comprada recentemente com as economias do casal.

Segundo alguns parentes da vítima, ela era agredida constantemente pelo marido. ?Eles já estavam separados há alguns meses, mas ele sempre pedia para voltar?, contou a irmã de Josiane, Valdete Justino Xavier. Ela disse que, na tarde de segunda-feira, Josiane registrou boletim de ocorrência denunciando as agressões do marido. Segundo ela, ele tinha visto uma máquina fotográfica com fotos do final de semana no litoral e cismado que ela tinha um amante. ?Ela sempre me dizia que sentia medo quando ele a levava para o quarto, pois sabia que ia apanhar?, completou.

Sangue

Na noite do crime, sem se importar com a presença dos filhos, Marcos levou Josiane para o andar superior do sobrado. Ela morreu com uma facada profunda no pescoço, no quarto da filha. ?Entrei na casa e logo vi rastro de sangue, as cortinas arrebentadas e ela morta ao lado da cama?, descreveu a irmã.

O soldado Filho, do 17.º Batalhão de Polícia Militar, disse que Marcos fugiu sem levar objetos da residência. ?Os familiares do autor do crime moram na casa ao lado?, contou o policial.

De acordo com o pai de Josiane, Jorge Justino, as brigas do casal eram freqüentes. ?Eles brigavam, ela juntava algumas roupas e corria para minha casa. Ele ia atrás, se ajoelhava, pedia perdão e chorava por mais uma chance?, contou. Segundo ele, o casal procurou a Justiça. ?Ele começou a chorar e comoveu até o juiz, que orientou-a dar-lhe mais uma chance?, lamentou o pai. As crianças ficaram com os avós maternos.

A prisão de Marcos já foi solicitada, pela delegacia local.