Senta no banco dos réus às 9h desta quinta-feira, no Tribunal do Júri de Almirante Tamandaré, João Carlos de Souza, 35 anos. Ele é acusado de matar, com 17 golpes de faca, seu próprio irmão, Lauro de Jesus de Souza. O crime aconteceu no dia 30 de abril de 1994, em frente a um bar, no Jardim Silvana.

De acordo com os fatos relatados no processo, João teria matado o irmão por vingança, já que anteriormente Lauro teria tentado matá-lo. A promotora Georgia Taui Nobre irá pedir a condenação do réu sob alegação que o motivo do crime foi fútil. Já o advogado Matheus Gabriel Rodrigues de Almeida irá alegar que o acusado agiu sob violenta emoção.